• Veja também as capas anteriores!

  • Políticas do Ambidestria

    O Ambidestria todo está sob licença Creative Commons. Em caso de citação, não se esqueça de mencionar o nome do autor do post e o link direto para o post em questão. Não são permitidas alterações do texto.

    Veja mais detalhes na página de Políticas
  • Arquivo

  • Arquivo Especiais

    Especial FLIP 2008
    Com Carolina Lara e Jacqueline Lafloufa
  • Acesso para autores

Tecno-criados

Depois de quase um ano, acredito que todos já estão devidamente familiarizados com a idéia de que a tecnologia não necessariamente desfaz os processos criativos. Se soubermos usar bem, dá pra fazer coisas até melhores, mais legais ou com mais alcance do que as publicações em papel. A distribuição é muito mais fácil, é mais ampla e faz com que se tenha contato direto com o leitor. Lógico, nem sempre esse leitor QUER ter esse contato, isso explica a falta de comentários. Mas com certeza se ganha em visibilidade.

Aliás, o Ambidestria é, de certa forma, uma prova disso. Ele prova que o blog é só uma plataforma de publicação, que pode ser usado pra tantas coisas quanto a sua imaginação mandar. Blog é tipo Neston, existem 1000 maneiras de fazer, invente a sua!

E nem vale dizer que não quer colocar algo online por causa de direitos autorais. Como todo bom sistema feito de pessoas, uma galerinha especializada em direito digital conseguiu criar uma licença pra ser usada virtualmente, o Creative Commons. Todos que fazem parte do Ambidestria estão sob esse tipo de licença, que indica que esse conteúdo é de propriedade do autor, e não pode ser alterado nem publicado em outros locais sem a autorização do mesmo. Ou seja, problema dos direitos resolvidos, falta só se organizar pra fazer o seu próprio blog.

Aí, quando você então conseguir a-que-le sucesso editorial, talvez você queira satisfazer a vontade de ter o seu próprio livro, livro mesmo, físico, página depois de página. E até nessa hora, a tecnologia poderá ser a sua maior aliada.

E se no meio do caminho as idéias começarem a se perder, talvez as idéias que dei nem te sirvam, e você prefira encontrar um livro num banco da praça e a partir dele ter idéias muito melhores. Aliás, organizar a sua biblioteca pode ser um ótimo jeito de rever “livros-amigos” e  despertar idéias adormecidas.

Mas agora acho que é hora de deixar vocês andarem pelas próprias pernas. Ou navegarem com os próprios cliques.

A experiência de falar de coisas que me atraem e que são novas para muita gente foi interessante, e espero que alguns possam ter tirado proveito de tudo isso. Porque, pra mim, o que vale é a conversa, e não o que se decide no final.

>> Agradeço a todos os leitores do Tecno-cria, principalmente os que fizeram comentários, e mais ainda aqueles que fizeram críticas de forma construtiva, em especial o Rambo, que com todo o seu jeito blasè faz jus ao que pensa, ao que vê e me ajudou a não me perder no caminho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: