• Veja também as capas anteriores!

  • Políticas do Ambidestria

    O Ambidestria todo está sob licença Creative Commons. Em caso de citação, não se esqueça de mencionar o nome do autor do post e o link direto para o post em questão. Não são permitidas alterações do texto.

    Veja mais detalhes na página de Políticas
  • Arquivo

  • Arquivo Especiais

    Especial FLIP 2008
    Com Carolina Lara e Jacqueline Lafloufa
  • Acesso para autores

As vantagens de publicar na internet

Todo comunicador que se preze sabe que para conseguir reconhecimento é preciso publicar algo. Só não vale acreditar na velha história de que “só publicação impressa realmente é relevante”. Com o advento da internet, as publicações impressas continuam com seu prestígio, mas as que são feitas de forma digital têm ganhado cada vez mais destaque.

Isso acontece porque, apesar de não parecer, publicar na internet tem muitas vantagens. O mercado editorial, que rege a área impressa, tem uma lógica muito complexa. Existe uma severa seleção do que deve ou não deve ser publicado, análise de adequação do conteúdo com o posicionamento da editora, se existe público para o que vai ser editado, é esse tipo de preocupação com os lucros do produto e não com o conteúdo em si.

Quando se escolhe colocar algo disponível na rede, as regras mudam. Quem decide o que, como e quando publicar é o próprio autor (ou, no caso de uma obra coletiva, ‘os autores’). Ganha-se em diversos sentidos.

A credibilidade do que é publicado não depende mais da idoneidade ou do histórico da publicação em questão ou da editora escolhida; ela depende basicamente do autor e do conteúdo que ele vai disponilibizar – se for algo interessante, bem apresentado, embasado, intrigante, vai ganhar crédito por isso.

Em termos de distribuição, sua obra não vai precisar ser avaliada, selecionada, adaptada ou editada para se adequar às proposições do veículo impresso. Ela vai estar disponível mundialmente, sob a forma de licença online que você escolher, sem edição e sem cortes.

A divulgação também é por conta de quem publica, o que muitas vezes é uma ótima idéia, pois é possível direcionar a “propaganda” para os grupos que você gostaria que tivessem conhecimento do que você está publicando. Não adianta colocar na capa do site de esportes uma obra ficcional que não tem, no mínimo, o futebol como fio condutor; vale mais a pena procurar comentar sobre sua obra em sites de literatura ou algo relacionado ao tema que você trata.

Além de tudo isso, uma das melhores vantagens de publicar via internet é o contato que se cria com o público. Com a possibilidade de comentar ou enviar emails, o autor recebe um retorno claro, direto e sem intermediários sobre as impressões do leitor.

Resumindo, as vantagens são grandes: o custo é baixo, a abrangência é praticamente mundial (exceto a China se você tratar de algo que o governo chinês julgue não ser relevante), você possui total controle sobre a sua obra (nada de cortes, edições ou coisas semelhantes), o feedback do leitor é rápido e fácil, e é barato para o seu público ‘consumir’ a sua obra.

Depois de tantas vantagens, diz pra mim: porque você ainda não está online?

icon_attachment Saiba mais:
Vantagens da internet sobre o livro em credibilidade, distribuição e divulgação para o escritor iniciante, e
14 razões para você publicar seu trabalho na internet e não em um livro, por Alessando Martins, no Livros e Afins.
Publicar em papel? Pra quê? ,por Julio Daio Borges, no Digestivo Cultural

flag_orange No próximo mês você vai aprender como publicar o seu livro, sua novela ou sua coleção de contos com uma ferramenta fácil: o blog.

Anúncios

12 Respostas

  1. Jacque, você listou muito bem as vantagens da publicação online, mas eu vejo nesta mesma lista algumas sombras do lado negro da internet:
    É verdade que a lógica da edição impressa persegue o lucro, mas acho que você também vai concordar comigo que a lógica da internet persegue a popularidade, e tudo que é polêmico e escabroso é sempre mais popular que o sóbrio e o isento.
    A gente deveria criar um digg ou Google page rank de idoneidade, em vez de popularidade.
    É possível?
    Você diz que se publicarmos algo interessante, bem apresentado, embasado, intrigante, vamos ganhar crédito por isso. Quanto tempo levará para fazer o nosso primeiro milhão?

  2. Jacque,

    No campo acadêmico, a própria CAPES exige agora que os periódicos disponibilizem suas edições online, com acesso gratuito (muitas revistas, inclusive, existem exclusivamente na internet). E, realmente, o alcance é muito maior.

    agora… eu já vi e-books “esgotados” na Amazon! como é isso?

  3. Respondendo ao Plaas,
    a internet dá a chance – e a necessidade – de o próprio leitor criar o discernimento e a crítica para perceber o que é idôneo e o que não é. Nos meios passados, havia ainda o filtro das editoras e quetais. Muitas das possibilidades nem chegavam aos leitores. Por outro lado, popularidade e idoneidade não são qualidades excludentes. No mais, entendo as preocupações do colega.
    Abraços do Alessandro.

  4. A internet é um meio de comunicação inovador e revolucionário.Neste sentido, é importante ressaltar que, por ser uma tecnologia nova, ainda não sabemos aonde ela nos levará. Alguns são céticos, vendo-a como mera fábrica de lixo, por permitir que qualquer um publique o que quser. Outros, pelo mesmo motivo, a vêem como o meio de comunicação mais democrático já inventado.
    O fato é que a internet pode ser a salvação dos escritores deste século, pois permite que se publiquem, sem custo algum, obras literárias inovadoras, rejeitadas pelo poderoso mercado editorial que se recusa a investir no desconhecido, preferindo publicar fórmulas prontas que dão retorno financeiro garantido.
    Por outro lado, qualquer texto solto na internet acaba se diluindo num mar gigantesco de informações, podendo sumir no meio do lixo. Portanto, é evidente a necessidade de se criar algum mecanismo eficiente de busca na rede que leve em conta a qualidade do material, e não apenas a sua popularidade (aliás, popularidade geralmente é sinônimo de merda, basta ver os rankings de livros mais vendidos). A pergunta que precisamos responder é: como seria possível medir a qualidade de um texto?

  5. Werner,
    Acredito que a reputação que os autores criam, com o tempo, é que vale como “certificado de idoneidade”. Mas seria bastante interessante (e útil).

    Se você quiser algo relevante, hoje em dia, tem que procurar nos lugares certos; e esses lugares são os periódicos, quase que publicações impressas digitalizadas…

    Quanto ao meu comentário sobre ganhar créditos, eu penso em relevância profissional. Se você fala com propriedade sobre algum assunto ou de alguma forma específica, isso interessa ao mercado de trabalho.
    O seu posicionamento online torna-se um portfólio para os seus futuros empregadores.

    Mateus,
    ebooks esgotados??!? Eu não tenho idéia de como isso pode acontecer, já que se trata de disponibilização de arquivos.

    Em relação ao campo acadêmico, eu sei de um projeto da FAPESP de disponibilizar modelos de publicação online (semelhantes a esse usado pelo Ambidestria) para distribuição de conteúdo acadêmico com o “carimbo” FAPESP. Interessante, não?

    Rafael,
    Não tem muito como medir a qualidade de textos né? Gosto não se discute, no máximo se lamenta. O que acontece é que quem tem o intuito de ser minimamente literário no mundo digital, por assim dizer, acaba se reunindo a outros que também tem essa intenção e forma-se uma pequena comunidade. Exemplos disso são concursos que acontecem via internet, comunidades de produção e crítica literária (será que podemos caracterizar o Ambidestria como uma comunidade dessas?) ou grupos que centralizam produções isoladas encontradas internet afora.

    Mas pra mim o que mostra mesmo a relevância dessas produções que por vezes são publicadas online é o interesse de editoras, que em alguns casos inclusive produziram livros com “posts” de determinados autores considerados “prodígios”….

  6. Não é a Incubadora FAPESP, é?

    Nào gostei muito daquele sistema, não…

    Mas tem alguns interessantes, como o OJS (Oper Journal System), traduzido no Brasil como SEER (Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas), utilizado inclusive pelo IEL, e o SOAC (Sistema Online de Administração de Congressos), feito para a realização de eventos.

  7. Mateus,
    É Incubadora FAPESP mesmo o nome do projeto. Eu vi uma apresentação sobre os objetivos do projeto, não cheguei a tentar usar de alguma maneira.
    Os objetivos me pareceram interessantes, mas a necessidade de uma plataforma própria é praticamente uma desculpa para poderem selecionar o que vai estar “under FAPESP”.

  8. a sua artéria jornalística – e nao é um insulto, ams um elogio – é mega pulsante!

    o estilo se enquadra perfeitamente ao conteúdo, e o conteúdo se enquadra perfeitamente à situação, ao local e às questões relevantes.

    interessante, intrigante, informativo, cheio de pistas e maior do que ele mesmo.

    já chega. estou elogioso demais. gosto das suas opiniões! a sua cria robótico-digitalizada aos poucos se assemelha mais pra mim com algo orgânico…

    continua…

  9. ouié, baby!

    [eu sei que você entende]

  10. Euu bóoooooio, por isso admiro… Jacque, vc é minha salvação na internet hiihih 😀

  11. […] pra fazer coisas até melhores, mais legais ou com mais alcance do que as publicações em papel. A distribuição é muito mais fácil, é mais ampla e faz com que se tenha contato direto com o leitor. Lógico, nem sempre esse leitor […]

  12. LEIA SOZINHO porque no passado eu também não acreditava que ia dar certo, mas… funciona mesmo!!! Entrei neste site e fiz esta prece. Fiz para ver se ia dar certo e deu, assim que acabei meu amor ligou. A pessoa que eu copiei também não acreditava, mas para ela também funcionou! AGORA VEREMOS… Diga para você mesmo o nome do único rapaz ou moça com quem você gostaria de estar (três vezes)… Pense em algo que queira realizar na próxima semana e repita para você mesmo (seis vezes). Se você tem um desejo, repita-o para você mesmo (Venha cá ANJO DE LUZ eu te INVOCO para que Desenterre ADRIANO de onde estiver ou com quem estiver e faça ele ME telefonar ainda hoje, Apaixonado e Arrependido, desenterre tudo que esta impedindo que ADRIANO venha para MIM, afaste todas aqueles que têm contribuído para o nosso afastamento e que ele jÁ não pense mais nas outras… mas somente em MIM. Que ele ME telefone e ME AME. Agradeço por este seu misterioso poder que sempre dá certo. Amém…). Publique esta simpatia por três vezes Só mesmo esta simpatia, quero compartilhar com você a minha alegria e mostrar que se para mim deu certo para você também dará basta copiar e colar por três vezes em inforum diferente esta simpatia abaixo e logo em 48hs você terá uma linda surpresa, beijos Ainda esta noite de madrugada o TEU amor dará conta de que TE ama, algo assim acontecerá entre 1 e 4 horas da manhã esteja preparada para o maior choque de sua vida! Se romper esta corrente terá má sorte no amor. Deus vai lhe abençoar e a sua vida não será a mesma

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: